Zambujeira

Zambujeira do Mar

Voltando à povoação de Cavaleiro, siga em frente no cruzamento referido e, nos entroncamentos seguintes, vire sempre na direcção de Zambujeira do Mar. Se quiser, faça uma pequena paragem no Porto da Entrada da Barca, um pitoresco abrigo de embarcações de alguns pescadores da região, onde alguns restaurantes têm sempre bom peixe à disposição. Alguns quilómetros depois, chegará finalmente à Zambujeira. Tal como Vila Nova de Milfontes, a Zambujeira do Mar é uma antiga aldeia (agora, vila) de pescadores, alcantilada sobre as falésias. E também ela vive hoje mais do turismo que da faina da pesca. Nas ruas principais, que vão da zona do mercado em direcção ao Oceano, sucedem-se os restaurantes onde o cheiro a marisco predomina, tal como as lojas de artesanato, de gosto por vezes duvidoso. Mas a povoação é pacata e acolhedora e, lá de cima, junto à Capela de Nossa Senhora do Mar, o espectáculo da vista sobre a praia, as falésias e o mar interminável é imperdível. Mesmo que já esteja um bocadinho farto de vilas de pescadores e de falésias a pique sobre o mar, não se esqueça de que a parte seguinte do percurso abandona a costa. Por isso, detenha-se um pouco mais nesta vila que, quando não está “a abarrotar de turistas”, transmite uma agradável sensação de bem-estar.

Comentários

Comentários