Artigos

Em Braga

A minhota cidade de Braga tem tido um grande desenvolvimento nos últimos anos, em grande parte graças à animação universitária. No entanto, não deixou de ser um dos principais centros da tradição religiosa do país, o que está bem patente nas igrejas, que se vêem quase por toda a parte e continuam bastante frequentadas, e nos diversos santuários que a rodeiam. Talvez seja por isso que em Braga se respira um ambiente que é, ao mesmo tempo, antigo e moderno, num entendimento aparentemente exemplar entre diferentes formas de estar e sentir.

Para se aperceber do que acabámos de dizer, sugerimos um passeio a pé pelo centro histórico da cidade, começando, por exemplo, pela zona do Largo da Porta Nova. Deixe o carro no parque de estacionamento da estação da CP e, no Largo da Estação, tome a Rua Andrade Corvo, que o levará ao Arco da Porta Nova. Entrará numa zona de edifícios antigos, mas com muita actividade comercial, que, dependendo da hora e da altura do ano, tanto poderá ostentar a característica azáfama dos grandes centros urbanos como a inesperada calmaria das aldeias de província. Chegando à Rua D. Diogo de Sousa, ande mais alguns metros e detenha-se durante alguns momentos no pavimento empedrado do Largo do Paço, onde se encontra um bonito chafariz. Aproveite para apreciar as belas fachadas do Paço Episcopal. Quase em frente ao largo, inicia-se uma pequena artéria com o curioso nome de Rua de Nossa Senhora do Leite. Siga por aí. Alguns metros depois, descobrirá a razão deste nome: nas traseiras do edifício da Sé encontra-se a imagem de uma senhora amamentando um bebé (representando, certamente, a Virgem e o Menino Jesus).

• Continue caminho, contornando as traseiras da Catedral. Chegará ao Rossio da Sé, um espaço amplo ao lado da mesma. Aproveite para apreciar alguns dos curiosos edifícios que se encontram nessa zona. Daí terá também uma interessante perspectiva lateral das belas torres sineiras. Depois, continuando a contornar o monumento, chegará à Rua do Cabido, por onde poderá entrar no templo. Construída durante os séculos XI e XII, a Sé de Braga é um dos monumentos mais característicos da cidade. Sofreu diversas alterações ao longo dos anos, pelo que nela se podem reconhecer diversos estilos, do românico ao barroco. No interior, encontram-se os túmulos do conde D. Henrique e de D. Teresa, pais do nosso primeiro rei.

• Volte depois ao Largo do Paço e siga pela Rua do Souto, na direcção da Avenida dos Combatentes. Após algumas dezenas de metros, irá ter a uma zona ampla, com um jardim na parte central. A meio da tarde, nos dias soalheiros, verá estudantes sentados nas esplanadas, crianças brincando no parque infantil, namorados passeando no jardim. Não muito longe, perto do Largo de São Francisco, encontra-se a Torre de Menagem, um dos poucos vestígios do antigo Castelo de Braga. E, um pouco adiante, já na Avenida dos Combatentes, vislumbra-se a fachada da Igreja dos Congregados, um imponente exemplar do estilo barroco (a propósito. Braga é justamente considerada a capital lusa do Barroco).

• É claro que muito mais existe para ver na cidade, e nem sequer é preciso ir muito longe: nas traseiras do Largo do Paço, encontram-se os edifícios da Biblioteca (séc. XVII) e da Universidade do Minho (séc. XVIII), bem como o agradável Jardim de Santa Bárbara; logo abaixo fica a Praça Municipal, onde, como o nome indica, se situa o edifício da Câmara, também ele um interessante exemplar barroco dos finais do século XVIII; e poderíamos continuar. Sugerimos, por isso, no caso de se sentir especialmente atraído por esta bela cidade, que faça uma visita ao Posto de Turismo de Braga. Localizá-lo-á facilmente: fica na Avenida da Liberdade, n.° 1 (contacto: 253 26 25 50), num edifício que faz gaveto com a referi- da Avenida dos Combatentes e que fica de frente para quem vem da Rua do Souto.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .