Artigos

0001

Felgueiras

Depois, tome a direcção de Freixo de Espada à Cinta, passando por Felgueiras. Nesta bonita aldeia, experimente fazer um passeio pelas ruelas estreitas, que lhe permitirá apreciar o casario antigo, com varandas típicas da região.

• Junto à fonte, depois de passar o lavadouro, existe um interessante edifício, ligado à prática da apicultura: um Lagar de Cera comunitário. Fica situado numa casa baixa, de aspecto tradicional. A entrada é livre: basta abrir a porta, rodando um pequeno fecho de madeira. Depois de habituar os olhos à penumbra, verá um casebre de paredes enegrecidas pelo fumo, com um enorme fuso ao centro provido de um monólito cilíndrico em baixo, fazendo contrapeso. Em cima, uma sólida trave de carvalho, onde o fuso se enrosca, serve para comprimir a cera fundida, que depois escorre para umas bacias escavadas no granito.

• Se não perceber como tudo aquilo funciona, experimente bater à porta de uma das casas da vizinhança. A não ser que esteja em maré de azar, acabará por aparecer um dos habitantes da terra que, pacientemente, lhe explicará tudo ao pormenor. No final, ainda corre o risco de ser convidado a provar um delicioso vinho caseiro, perfeitamente irresistível!…

banner_007

Caldas da Cavaca

Atravessando as ruelas de Coruche, apanhe a estrada que leva até às Termas da Cavaca. As águas destas termas são reputadas pelo seu efeito benéfico em casos de prisão intestinal, colites e doenças de pele. A estância está com um aspecto um pouco degradado, mesmo abandonado, mas existe um óptimo jardim, esse sim bem cuidado, que vale a pena visitar. Dispõe de mesas, cadeiras e um pequeno parque infantil.
Aproveite também para dar um passeio a pé pelos arredores, através dos muitos caminhos visíveis.

• Depois, dirija-se à EN 229 e siga na direcção de Viseu. A estrada atravessa uma paisagem bonita, repleta de recantos aprazíveis, onde poderá efectuar pequenas paragens. Mais ou menos a meio, ainda poderá fazer um pequeno desvio na direcção de Sátão, uma localidade também bastante antiga, como o comprova o facto de lhe ter sido atribuída, pelo conde D. Henrique, a sua primeira carta de foral no já longínquo ano de 1111.

• Finalmente, chegando a Viseu, sugerimos que aproveite o fim de tarde para um último passeio pela zona velha da cidade, sob as copas frondosas das tílias. Se gosta de antiguidades, não deixe de visitar os vários antiquários instalados perto da Sé, onde as peças de arte sacra são o ponto forte.

pousada do crato home 11

Crato

Saia de Portalegre em direcção ao Crato, seguido a indicação Ponte de Sôr. Ao chegar, estacione perto do Largo Dr. Belo Morais, que fica perto da entrada da vila, e explore as ruelas a pé. O que mais se destaca é a brancura das casas caiadas, debruadas a amarelo, e o silêncio das ruas, apenas interrompido ocasionalmente pelo piar das aves ou pelas conversas das idosas, sentadas à porta de casa.

• Para além dos edifícios tipicamente alentejanos, não deixe de admirar as fachadas de alguns palácios, que atestam o passado nobre da vila. Poderá encontrá-los, por exemplo, na Praça do Município, na Rua José da Gama ou na Rua do Arco.

• Uma das mais conhecidas construções da vila é a chamada Varanda do Grão-Prior e respectiva janela, que se encontra na Praça do Município. A varanda, suportada por três arcos, fazia parte do palácio do Grão-Prior, mandado construir pelo infante D. Luís no séc. XVI, e que foi destruído, provavelmente, durante a Restauração.

245458898_84b6cc926b

Constância

Siga agora em direcção a Constância, voltando a passar pela Rua Actor Taborda. Perto da saída de Abrantes, verá outro grande espaço verde, o Jardim do Alto de Santo António, onde poderá fazer uma última pausa. Chegando a Constância, rapidamente concluirá que se trata de uma daquelas localidades que convidam a um demorado passeio a pé. As ruelas estreitas e floridas e a agradável zona ribeirinha, aconchegada entre o Zêzere e o Tejo, constituem atractivos impossíveis de ignorar. Assim, comece por percorrer as ruas, um pouco ao acaso. Não tenha medo de se perder: os rios estarão sempre à vista! O templo que se avista, lá no alto, de quase todas as ruas da vila, é a Igreja Matriz, um monumento que merece bem uma visita, nem que seja apenas para apreciar o magnífico tecto, pintado por José Malhoa. Junto à escadaria que dá acesso à igreja, encontram-se a Capela de Santa Ana e o cruzeiro.

1264508585PENEDOS_DE_MONSANTO

Monsanto

Se preferir continuar de carro, sugerimos que o deixe logo à entrada da aldeia. As ruelas de Monsanto são muito apertadas e estacionar é uma tarefa quase impossível.

• Se ainda não sabe o que é um adufe e uma maratona, Monsanto é o local indicado para o descobrir. O adufe é um instrumento musical, de forma quadrangular, forrado com pele de borrego de ambos os lados. De origem árabe, foi introduzido na Península Ibérica provavelmente entre os séculos VIII e IX. A maratona é uma boneca sem olhos, nariz, boca ou ouvidos, típica desta aldeia.

• Além do casario típico, encaixado entre enormes penedos, não deixe de apreciar a Torre de Lucano. Sobre ela verá o Galo de Prata, galardão atribuído a Monsanto, em 1938, pelo antigo Secretariado da Informação, devido ao facto de ter sido considerada a aldeia mais portuguesa de Portugal. Aproveite e suba também ao castelo, de onde poderá desfrutar de uma magnífica paisagem.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .