Artigos

j1

Passeio pedestre pelos Picos da Madeira

Não muito longe do miradouro, encontra-se uma vereda com o chão empedrado com lajes, que permite atingir os picos mais próximos. Poderá dar início a um passeio, com uma extensão de cerca de 10 quilómetros, até ao Pico Ruivo. Trata-se de um percurso pedestre difícil e que envolve algum perigo, pois terá de passar por veredas nas encostas sem qualquer protecção. Além disso, exige uma boa preparação física, devido às inúmeras subidas e descidas íngremes. Se for acompanhado de crianças, deverá prescindir deste passeio. Em alternativa, poderá fazer uma caminhada mais fácil até ao mesmo pico, mais adiante neste roteiro.

• Ao fim de 15 minutos de caminhada, verá, à sua esquerda, os palheiros do Pico Furão, no Curral das Freiras. Depois, passando pelo dique que separa as cabeceiras das ribeiras da Fajã da Nogueira e do Cidrão, chegará ao Pico do Gato, com os seus 1 780 metros de altitude. Um túnel escavado na rocha, com 2 metros de altura e 100 de comprimento, permite atravessar o pico sem ter de o escalar. Adiante, mais três túneis levá-lo-ão através das entranhas da rocha avermelhada do Pico das Torres.

• Leve consigo comida, água, uma lanterna a pilhas e agasalhos, mesmo que o tempo esteja óptimo, porque de um momento para o outro pode surgir nevoeiro ou ocorrer uma baixa brusca de temperatura. Não se esqueça também de marcar bem o tempo de marcha (necessitará de, pelo menos, duas horas), evitando ser apanhado pelo cair da noite. Se começar a acusar fadiga, não hesite em sentar-se um pouco para recuperar forças, inalando profundamente o ar puro da montanha.

DSC_1949

Casa da Memória de Alte

Aqui encontrará vários artigos representativos do artesanato típico da região e, como o nome indica, várias recordações ligadas à povoação.

• Grande parte da exposição tem a ver com a preparação do esparto. Trata-se de uma planta silvestre que, em tempos, marcou económica e socialmente toda a freguesia. Primeiro, era demolhado nas ribeiras e, depois, posto a secar e pisado, durante horas a fio, com maços de madeira, nas ruas e largos da aldeia. As mulheres torciam-no em finas bracinhas, que eram comercializadas em Alte, Benafim e Loulé e mais tarde utilizadas para o fabrico de objectos de uso quotidiano, como sacos de rede, tapetes, cabos, etc.

• Na mesma Casa encontrará diversos brinquedos de pinho, bastante interessantes. Se gosta deste tipo de artesanato e dispõe de algum tempo, considere a possibilidade de ir até à Torre, que fica a poucos quilómetros a oeste de Alte. Aí poderá ver como se fabricam e até, se o desejar, adquirir alguns.

Local: Estrada da Ponte, 17.
Contacto: 289 47 86 66.
Horário: terças e quintas das 09.00 às 18.00 h; sextas e sábados, das 09.30 h às 12.30 h e das 14.00 h às 18.00 h; domingos e segundas, das 09.00 às 12.30 e das 14.00 h às 17.30 h. No Inverno, abre sempre às 09.00 h e fecha às 17.30 h.
Preço: gratuito.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, casa do penedo fafe .