Artigos

V_Nova_de_Milfontes

Regresso a Milfontes

Regresse agora ao ponto de partida do percurso. Quando chegar a São Luís, terá de virar à esquerda, na direcção de Vila Nova de Milfontes. Percorrida a dezena de quilómetros que separa as duas povoações, siga, mais uma vez, até à zona do forte e, alguns metros depois, vire à direita, na Rua D. João II. No final dessa rua, vire novamente à direita. Chegando à rotunda, vire agora à esquerda, apanhando a estrada principal, e siga sempre em frente, até ao Porto das Barcas. Se aí chegar ao final da tarde, poderá assistir a um magnífico pôr do Sol enquanto a brisa lhe acaricia o rosto. Aí perto, espera-o uma boa caldeirada de peixe, num restaurante de onde poderá contemplar os barcos de pescadores que estão fundeados a apenas algumas dezenas de metros e as ondas que, ao longe, se abatem sobre os rochedos.

aldeiadapalhota_cais

Palhota

Nas proximidades do Cartaxo, perto de Valada, poderá visitar uma pitoresca aldeia de pescadores, a Palhota. Para lá chegar, siga na direcção de Valada, a partir da rotunda acima referida. Depois, já no Reguengo, passe sobre o açude e vire à esquerda onde está a indicação Palhota. Aí, as casas garridas, feitas de madeira, foram construídas sobre pilares de betão, para fugir às águas que transbordam do Tejo nas épocas mais chuvosas. Ainda é possível encontrar pequenos barcos de madeira ancorados junto às margens do rio, alguns à espera de melhores dias.

13

Museu do Mar

Este pequeno museu também está bem recheado de objectos, que honram a memória deste povo de pescadores. Entre e aprecie as diferentes artes de pesca, as miniaturas de barcos e uma grande quantidade de objectos que, há muitos anos, eram utilizados na faina quotidiana. Por sua vez, uma boa colecção de fotografias antigas evidencia a profunda transformação que esta vila sofreu, ao longo das últimas décadas. Repare, por exemplo, nas imagens da lota. As modernas instalações que hoje se encontram no porto de abrigo ainda não existiam e a lota realizava-se na Praia do Peixe, do lado direito da fortaleza, mesmo em frente à vila. O peixe era estendido na areia e os negócios faziam-se numa aparente confusão de vozes e povo.

Local: Largo Luís de Camões.
Contacto: 212 28 85 00 (Câmara Municipal de Sesimbra- peça para ligar ao museu).
Horário: das 09.00 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h. Encerra aos fins-de-semana e feriados.
Preço: gratuito.
Nota: informação válida para os dois museus.

• Volte ao carro e vá até ao porto de abrigo, parando um pouco no estaleiro para observar a construção dos barcos. Depois, dê um passeio a pé pelo porto de pesca e pela marina, apreciando a interessante perspectiva que daí se tem sobre a vila e o castelo.

Albufeira_marina

Em Albufeira

A cidade de Albufeira apresenta uma arquitectura relativamente recente. Das construções anteriores ao terramoto e maremoto de 1755, que afectaram consideravelmente a zona, encontramos alguns exemplos no morro, onde as águas não chegaram. É o caso da Igreja de São Sebastião, com a sua cúpula de lanternim cego, semelhante aos que se usam em Marrocos.

• Também poderá visitar o Museu Municipal de Arqueologia, no n.° 1 da Praça da República, junto à Torre do Relógio, com a sua curiosa estrutura em ferro forjado para suporte do sino.

• Como alternativa, desça à Praia dos Pescadores e acerte com um deles uma viagem de barco às Grutas da Galé, entre Albufeira e Armação de Pêra. A viagem dura cerca de hora e meia e o preço é de aproximadamente 6 euros, mas o valor final pode depender da sua “capacidade negocial”. Peça coletes flutuantes para si e para as crianças e prepare-se para uma viagem fantástica ao interior das falésias algarvias. Um conselho: cuidado com a cabeça – é que é bastante fácil dar uma “valente cabeçada” nos tectos baixos e irregulares das grutas, sobretudo na penumbra!

1 a praia8

São Teotónio

Saia agora em direcção ao interior, passando por uma discoteca, à esquerda, que durante o Verão anima a noite de alguns e inferniza a de outros. Já nos esquecíamos de dizer que as noites estivais, na Zambujeira, são especialmente animadas, sobretudo em Agosto, altura em que aí se realiza o já célebre Festival do Sudoeste. A seguir, passará pelo parque de campismo e, depois, por vários campos cultivados, numa curiosa e rápida transição da paisagem marítima para a agrícola. O próximo ponto de paragem no trajecto é a vila de São Teotónio, onde chegará depois de cruzar a EN 120. É uma povoação que já acusa a interioridade alentejana, sem o pitoresco que caracterizava as vilas de pescadores. Sem a aragem marítima, o sol é aqui abrasador e, no Verão, todas as sombras são aproveitadas. Mesmo assim, ao longo das ruas de São Teotónio, as árvores são raras. Todos os anos, o momento forte da terra é o Festival dos Mastros, em Junho, altura que as ruas são quase todas enfeitadas com flores de papel, dando-lhe uma beleza que a transfigura.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, casa do penedo fafe .