Artigos

Walk-Queimadas-Cadeirao-Verde-Santana-02

Caldeirão Verde

Este percurso pedestre, com cerca de 10 quilómetros de extensão, é efectuado essencialmente pela vereda que acompanha a levada, e exige apenas que esteja habituado a andar no campo, não envolvendo perigo de maior. Leve consigo um farnel, um impermeável, umas boas botas e uma lanterna de bolso.

• Logo no início da caminhada, ao sair do Parque das Queimadas, aprecie, abaixo da levada, o bosque de criptomérias, de faias e de cedros da Madeira. Depois de passar o primeiro túnel, aparece outro com cerca de 200 metros de comprimento. Atravesse-o também, ignorando a vereda com a indicação Vale da Lapa. O terceiro túnel tem uma janela escavada a meio, é baixo e tem o piso quase sempre molhado, pelo que deverá atravessá-lo com cuidado, para não escorregar.

• Depois de passar o quarto túnel, estará apenas a cerca de um quilómetro do Caldeirão Verde. Vá com atenção, já que este não se vê a partir da levada e, muitas vezes, a placa indicadora desaparece. O Caldeirão fica à esquerda da levada e, para lá chegar, é preciso subir algumas dezenas de metros pelo leito do ribeiro, que escoa a água que transborda deste lago natural. A cratera é constituída por uma elevada escarpa de forma hemicilíndrica, revestida de vegetação luxuriante, de onde se precipita uma cascata com cerca de cem metros de altura. Em baixo, formou-se um lago natural, onde apetece mesmo dar um mergulho.

pico-ruivo

Pico Ruivo

Regressado ao Parque das Queimadas, e com a roupa ainda húmida do passeio pela levada, continue o caminho até à Achada do Teixeira, a 1 592 metros de altitude. O acesso de automóvel está condicionado a um horário: no Verão, abre às 07.00 h e fecha às 21.00 h, e no Inverno abre às 07.00 h e fecha às 19.00 h. Passará pelo Parque Florestal do Pico das Pedras, um espaço muito bonito e apetrechado com mesas, bancos, abrigos e zona para foguear. Espaço para as crianças brincarem também não falta. Ao longo da subida, a floresta vai dando lugar às urzes, algumas delas de grandes dimensões, e depois à charneca de erva rasa.

• Pare o carro na Achada do Teixeira e inicie aqui a caminhada até ao Pico Ruivo, o ponto mais alto da Madeira, com 1 862 metros. É um percurso muito fácil, com uma duração de cerca de duas horas. Pelo caminho, encontrará pequenos abrigos e, mais ou menos a meio, existe uma fonte onde poderá reabastecer-se. Além disso, há ainda uma casa-abrigo no topo do pico, onde poderá descansar um pouco antes de encetar o caminho de regresso.

• Logo no início do percurso, repare no célebre Homem de Pé. Não se trata de uma estátua, mas apenas de uma estrutura basáltica mais alta, que conseguiu resistir às forças da erosão. Chegado ao topo, se o tempo estiver bom, poderá contemplar uma paisagem magnífica, sobretudo ao nascer e ao pôr do Sol, quando o tecto de nuvens surge tingido de vermelho. Num dia limpo, talvez consiga mesmo avistar o planalto careca do Paul da Serra, a Ponta de São Lourenço e Porto Santo, recortado no horizonte.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .