Artigos

5668435347_0d92b1bc38_b

Jardins do Palácio

Siga agora para a povoação de Estói e estacione perto da Igreja Matriz de São Martinho. Ao fim da rua, avistam-se os elegantes portões de ferro forjado que dão acesso ao Jardim do Palácio de Estói.

• O Palácio de Estói é um edifício bastante invulgar de estrutura rococó, em fase de reabilitação. Os jardins, apesar de se encontrarem em péssimo estado de conservação, ainda constituem um local agradável para um bom passeio à sombra do arvoredo. Estão repletos de estátuas e de motivos em azulejaria. Não deixe de apreciar o lago, ornamentado ao centro por uma fonte desactivada, com duas sereias e enormes conchas de pedra.

Existem instalações sanitárias no jardim, embora não estejam indicadas: ficam à direita, na rua da entrada.

• Por baixo da escadaria que nos leva do lago para uma alameda bem sombreada por árvores frondosas, encontra-se uma pequena cascata com estátuas de pedra, protegida por enormes portões de ferro trabalhado. Repare nos mosaicos do chão: são semelhantes aos que existem em Milreu.
As estátuas que ornamentam as escadarias representam celebridades portuguesas e estrangeiras, como o Marquês de Pombal, Bocage, Garrett, Castilho e Milton.

Local: Estói.
Horário: Das 09.30 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h.
Fecha aos domingos, segundas e feriados.
Preço: gratuito.

040-bis

Igreja Matriz

Um pouco abaixo, depois de passar pelo Posto de Turismo (à esquerda), encontra-se a lindíssima Igreja Matriz, um templo de estilo gótico cuja construção foi iniciada nos finais do século XV e se prolongou por mais de sessenta anos. No interior, aprecie o retábulo do Santíssimo Sacramento, onde se encontram as imagens dos Doze Apóstolos.

2

Museu Doutora Berta Cabral

Um pouco abaixo do local onde se situa a Igreja Matriz, não deixe de visitar este museu, que está instalado num bonito edifício do séc. XIII, que era, inicialmente, o Solar dos Aguilares, primeiros donatários de Vila Flor, e serviu mais tarde como Paços do Concelho, Repartição de Finanças e Posto da Guarda Republicana. A construção austera em granito é ornamentada com as armas reais na fachada principal, a flor de lis (símbolo da vila) e as armas dos Aguilares (duas águias).

No museu encontram-se expostas várias colecções, distribuídas por diversas salas: arte sacra, arqueologia, etnografia, pintura, máquinas de costura, numismática, louças e utensílios de cozinha, máquinas de escrever, instrumentos musicais e arte africana. São mais de 3 000 peças, provenientes de ofertas de habitantes do concelho e amigos da terra!
De forma que, no meio de tanta variedade, é quase impossível não encontrar algo que lhe interesse…

Local: Largo Doutor Alexandre de Matos, Vila Flor.
Contacto: 278 512 373.
Horário: das 10.00 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h.
Encerra às terças e feriados.
Preço: gratuito.

DSC_0093

Castelo de Paderne

O castelo, de origem árabe, foi habitado até ao século XIV, mas encontra-se presentemente em muito más condições. No interior encontrará uma capela gótica, também em ruínas. O aspecto mais atractivo está na paisagem de que desfruta, mas mesmo essa é relativamente perturbada pelo viaduto da Via do Infante e pelo ruído incessante do tráfego, que corrompe o silêncio da serra de forma quase insuportável. Na povoação, pode visitar a Igreja Matriz, que foi reconstruída depois do terramoto de 1755 e cujo arco da capela-mor está decorado com figuras humanas. Numa das casas também poderá descobrir uma interessante chaminé decorada do século XVIII.

54552479

A Rocha

Passe a Mexilhoeira Grande, visitando, eventualmente a Igreja Matriz, do século XVI e de estilo Renascença, mas com duas portas laterais manuelinas. Depois, continuando para sul, na direcção de Alvor, irá desembocar na EN 125. Atravesse com cuidado esta via e siga por uma estradinha que continua a via por onde veio, do outro lado da Escada Nacional. Ao fim de um quilómetro e trezentos metros, vire à direita e irá encontrar A Rocha, um observatório de aves do barlavento algarvio. Estão abertos ao público às um telefonema antes de aparecer.

• A Rocha é uma associação cristã internacional sem fins lucrativos, fundada por ingleses em 1986, que tem como principais objectivos promover o interesse activo pela conservação da natureza, proporcionando instalações para os visitantes interessados em estudar os ecossistemas do barlavento algarvio, sobretudo no que concerne à avifauna.

• A sede da associação está inserida num terreno com uma área de um hectare, onde existem pequenas lagoas e vegetação típica da região. Possui óptimas áreas para a observação de aves nas imediações e existem vários percursos pedestres já definidos para o efeito. Podem hospedar até 12 pessoas, mediante marcação prévia.

Local: Mexilhoeira Grande, Cruzinha.
Contacto: 282 96 83 80.
Preço: gratuito.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, casa do penedo fafe .