Artigos

220820101809

Porto Covo

Pegue no carro e saia da cidade, seguindo a marginal para sul, em direcção a cercal. Quando avistar as enormes chaminés da central da EDP, que surgem do lado esquerdo da estrada, vá com atenção, já que deverá voltar à direita, quando vir indicado São Torpes. Em breve, encontrará uma boa praia, embora aqui o mar seja um pouco mais agitado do que em Sines.

• Seguindo pela mesma estrada, passará por mais algumas praias, mais pequenas, algumas delas perfeitamente escondidas em apertadas baías, aconchegadas entre falésias altas. Por vezes, é preciso descer por longas escadarias construídas na rocha para ter acesso ao areal.

• Observe, do lado esquerdo da estrada, os restos de um antigo cordão dunar, ostentando uma flora rica, típica destas regiões arenosas. Depois, repare nos vastos campos cerealíferos, que vão surgindo entretanto, onde se avistam frequentemente diversas aves de rapina a caçar, aproveitando o vento para pairar sobre a planície.

• Antes de chegar a Porto Covo, passará por uma zona de grandes dunas, onde existe um óptimo parque de merendas com mesas, bancos e assadores. Todo o recinto está bem sombreado por enormes pinheiros e apresenta um aspecto limpo, podendo constituir uma boa opção para tomar uma refeição ligeira num local agradável.

• Pouco depois, entrará em Porto Covo, uma antiga aldeia piscatória, hoje mais vocacionada para o turismo. Mesmo assim, não deixa de ser uma localidade simpática e apetecível, com o seu casario baixo e uma boa praia, bem abrigada numa enseada.

O porto de abrigo está bem protegido, num canal onde só o mar vindo de oeste provoca alguma ondulação. Observe esta curiosa imagem, composta por pequenos barcos de cores garridas, fundeados no meio do canal apertado e entre falésias altas.

Zambujeira

Zambujeira do Mar

Voltando à povoação de Cavaleiro, siga em frente no cruzamento referido e, nos entroncamentos seguintes, vire sempre na direcção de Zambujeira do Mar. Se quiser, faça uma pequena paragem no Porto da Entrada da Barca, um pitoresco abrigo de embarcações de alguns pescadores da região, onde alguns restaurantes têm sempre bom peixe à disposição. Alguns quilómetros depois, chegará finalmente à Zambujeira. Tal como Vila Nova de Milfontes, a Zambujeira do Mar é uma antiga aldeia (agora, vila) de pescadores, alcantilada sobre as falésias. E também ela vive hoje mais do turismo que da faina da pesca. Nas ruas principais, que vão da zona do mercado em direcção ao Oceano, sucedem-se os restaurantes onde o cheiro a marisco predomina, tal como as lojas de artesanato, de gosto por vezes duvidoso. Mas a povoação é pacata e acolhedora e, lá de cima, junto à Capela de Nossa Senhora do Mar, o espectáculo da vista sobre a praia, as falésias e o mar interminável é imperdível. Mesmo que já esteja um bocadinho farto de vilas de pescadores e de falésias a pique sobre o mar, não se esqueça de que a parte seguinte do percurso abandona a costa. Por isso, detenha-se um pouco mais nesta vila que, quando não está “a abarrotar de turistas”, transmite uma agradável sensação de bem-estar.

covao_da_ametade_1

Covão da Ametade

Regressado à estrada principal, siga paralelamente ao Vale Glaciário do Rio Zêzere, através de uma paisagem de excepção. Ao chegar à parte de cima do vale, a seguir a uma curva apertada para a esquerda, encontrará o Covão da Ametade. Pare o carro na zona de estacionamento que aí se encontra e dê um passeio pelo parque, que fica encaixado entre falésias abruptas, onde as aves de rapina fazem os seus ninhos. O Rio Zêzere, ainda estreito, corre aqui por entre fileiras de árvores frondosas e pode ser atravessado por meio de pequenas pontes de madeira. Se tiver a sorte de visitar este local num dia em que não esteja muita gente, aproveite-o bem. O sussurrar das águas, o canto das aves, o verde dos prados e a imponência dos penedos deixam marcas inesquecíveis…

Ribeira_Grande

Ribeira Grande

Saia das Furnas, tomando a direcção de Ribeira Grande e Pico do Ferro. Siga por uma estrada que atravessa bosques misteriosos e falésias negras que se elevam sobre a berma. Quando vir a indicação Miradouro do Pico do Ferro, poderá fazer um pequeno desvio para se deleitar com a paisagem grandiosa da Lagoa das Furnas.

Cabo de São Vicente

Depois de, eventualmente, ter dado uma vista de olhos pelas diversas lojas de artesanato em Sagres, siga em direcção ao Cabo de São Vicente. Aproveite para ir espreitando alguns dos trilhos que partem do lado esquerdo da estrada e que proporcionam, a quem por eles se aventura, privilegiados pontos de observação sobre as falésias.

• O Cabo de São Vicente é o extremo sudoeste da Europa continental. A flora costeira assume aí uma espantosa diversidade, contando com várias espécies endémicas (ou seja, que só existem nesse lugar). Uma das mais fáceis de observar é uma espécie de esteva de pequena estatura e sem as manchas de cor púrpura nas pétalas. Esta zona também é frequentada por diversas aves migradoras.

• O farol do cabo é um dos mais importantes e potentes de toda a Europa; o seu feixe é visível a 90 quilómetros de distância. Pode visitá-lo todos os dias, acompanhado por um dos faroleiros, que serve também de cicerone. O horário é variável (consoante os afazeres dos funcionários), mas, de um modo geral, está aberto das 10 às 17 horas, com um período de cerca de uma hora para o almoço. Depois de subir os 74 degraus da escadaria em caracol que o leva ao cimo do farol, repare nas enormes lentes de Fresnel, que concentram os 3 000 watt da lâmpada sem que seja necessário dispor de uma enorme lente maciça. O preço da visita fica ao critério do visitante (o que não deixa de ser uma interessante estratégia de marketing…).

• Regresse de novo a Vila do Bispo, eventualmente pela estrada que passa a Cruz da Rafa. Entre depois na EN 125, para seguir em direcção a Lagos. Se tiver tempo e interesse, ainda pode fazer um pequeno desvio, para dar uma olhada à Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, na Raposeira, onde, segundo a tradição, o Infante D. Henrique se recolhia para orar. É um edifício de estilo romano-gótico, provavelmente do século XIII. Está indicado no lado esquerdo da estrada.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .