Artigos

convent-of-christ-in-tomar

Em Tomar

Inicie o percurso com uma visita ao Parque do Mouchão, em pleno coração da cidade. Logo à entrada, repare na enorme roda de rega que ali labora há séculos! Este é um espaço de lazer muito agradável, com muitas árvores e recantos lindíssimos à beira-rio, acompanhados por diversos açudes e pontes. Também é possível fazer um passeio pelo rio, já que existem pequenos barcos para alugar. Perto do estádio, encontra-se um bom parque de merendas, que brinda os visitantes com uma excelente panorâmica do rio. A propósito, repare nos milhares de barbos que aí permanecem quietos, quase indolentes… Junto ao parque de merendas, há também um bom parque infantil, pelo que poderá usufruir calmamente desse espaço enquanto mantém as “debaixo de olho”.

• Depois, atravesse a Ponte Velha e aprecie os Moinhos de Água d’EI Rei, engenhos curiosos que, no segundo quartel do século XVI, aproveitavam a força motriz da água para uso industrial. Do outro lado, na Rua Everard, observe a oficina de fundição e serralharia, que produz verdadeiras obras de arte em ferro fundido e forjado.

• A seguir, atravesse a parte velha da cidade, subindo a Rua Serpa Pinto até à espaçosa Praça da República. Aí, poderá visitar a Igreja de São João Baptista, na qual se destaca o magnífico portal. A fachada gótica, que lhe dá um toque grandioso, deve-se a D. Manuel I, que, nessa altura, era também Mestre da Ordem de Cristo. No interior do templo, aprecie o púlpito, em pedra trabalhada, e as tábuas quinhentistas do mestre Gregório Lopes.

Local: Praça da República.
Contacto: 249 31 26 11.
Horário: todos os dias, das 10.00 h às 18.00 h.
Preço: gratuito.

Freixo-de-Espada-a-Cinta

Freixo de Espada à Cinta

Finalmente, dirija-se para Freixo de Espada à Cinta, onde existem diversas casas de portada e fachada manuelina. Nesta localidade nasceu Jorge Álvares, navegador, companheiro de viagens de Fernão Mendes Pinto e primeiro cronista do Japão. Outro ilustre filho da terra foi Guerra Junqueiro, aqui recordado por uma estátua e uma casa-museu. Vá até à bonita Igreja Matriz (um monumento todo em pedra, de origem medieval, mas modificado no séc. XVI), de fachada manuelina. Um pouco acima está o ex libris da vila – a Torre do Galo (séc. XIII), um torreão de formato heptagonal que fazia parte da antiga muralha da vila.

Arraiolos - Vista Parcial (p)

Arraiolos

Esta é mais uma daquelas pequenas vilas, de casinhas brancas debruadas a azul, onde apetece passear calmamente, sem grandes preocupações. Ao entrar na vila, siga a indicação Centro, até chegar, depois de algumas voltas, ao local onde se encontram os paços do concelho – a Praça Lima e Brito, um espaço agradável e acolhedor, onde apetece parar. Aprecie, ao fundo, o belo pelourinho manuelino, em frente ao edifício do antigo Hospital do Espírito Santo. Actualmente ocupado pela GNR, este apresenta ainda o portal em ogiva do séc. XVI e um belo painel de azulejos, na fachada.

• Aí perto, detenha-se um pouco em frente ao edifício onde está instalado o Café Diana. Apesar das obras de restauro, foi mantida na fachada uma série de arcos ogivais do século XVII. Se tiver tempo, sente-se na esplanada e prove um petisco alentejano. Se pretender algo mais nutritivo, não deixe de experimentar a tradidonal sopa de poejos.

• Ao lado, ergue-se o elegante edifício da câmara municipal, do século XIX. No seu interior, poderá visitar a Sala-Museu Sub-Tenente Piteira, que exibe colecções de arte sacra e mobiliário, e a Sala Dórdio Gomes, que presenteia os visitantes com uma exposição permanente de obras deste pintor, um dos mais ilustres filhos da vila.

Local: Praça Lima e Brito.
Contacto: 266 49 02 40 (Câmara Municipal de Arraiolos)
Horário: das 09.00 h às 12.30 h 14.00 h às 17.30 h. Encerra ao fim-de-semana e quando são realizadas reuniões da câmara.
Preço: gratuito.

• Estando no extremo da praça, no lado oposto ao pelourinho, siga pela esquerda para a Rua Alexandre Herculano. Aqui, não ficará indiferente à invulgar fachada da Igreja da Misericórdia. Se estiver aberta, entre e observe os bonitos painéis de azulejos, que ilustram as obras da Misericórdia.

• Se continuar a descer esta rua, ficará decerto desorientado: é que esta é provavelmente o local com maior número de lojas de tapetes de Arraiolos por metro quadrado, que se encontram porta sim, porta sim!

photo-32-1024x768

Igreja do Carmo

Siga agora em direcção ao centro, na direcção do Largo do Carmo (encontra-se bem indicado), passando primeiro pela graciosa fachada da Igreja de São Pedro e seguindo depois para a Igreja do Carmo, uma majestosa construção barroca, com a sua Capela dos Ossos. A capela foi construída em 1816, utilizando mais de mil ossadas e caveiras, desenterradas do cemitério da igreja. Consta que o bispo considerava que os ossos eram mais eficazes e baratos do que o tijolo e a argamassa.

SONY DSC

Guadalupe

Continue na direcção de Guadalupe, através de campos de milho e de vinhas, bem protegidas por muros de pedra sobreposta, formando recintos a que chamam “biscoitos”. A vinha cresce bem abrigada entre muros, dando origem a um excelente vinho branco de aroma frutado, ou a uma não menos famosa aguardente da Graciosa.

• Já em Guadalupe, aprecie a bonita fachada da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, de estilo barroco, construída no séc. XVIII. Nas proximidades, existe um império de traça semelhante.

• Vire agora à direita onde está indicado Almas e Ribeirinha. Seguindo por esse caminho, encontrará um charco, do lado direito da estrada, onde o gado vai beber. Se parar o carro ali perto e esperar um pouco em silêncio, terá o prazer de ver passar quase todas as espécies de aves da ilha, que vêm aqui matar a sede.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, casa do penedo fafe .