Artigos

78992457

Museu Municipal de Aljezur

Este museu é constituído por diversos núcleos. No edifício dos antigos Paços do Concelho existe uma exposição de achados arqueológicos, uma galeria para exposições temporárias no rés-do-chão e uma exposição etnográfica no primeiro andar.

• Merece especial atenção a pequena exposição de peças arqueológicas, pertencentes sobretudo ao período Neolítico Final/Calcolítico. Outras peças são ainda mais antigas, supondo-se que pertencem ao final da Idade Glaciaria (7 000 anos a.C).

• Também aí se encontram depositados diversos achados provenientes de escavações no castelo de Aljezur, nomeadamente um interessante conjunto de cerâmicas muçulmanas.

Local: Largo 5 de Outubro, antiga Câmara Municipal de Aljezur.
Contacto: 282 99 81 02.
Horário: das 09.30 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h; aos sábados, das 10.00 h às 13.00 h. Fecha às segundas e terças.
Preço: gratuito.

• Depois, passando em frente à Igreja da Misericórdia, onde também é possível visitar um museu de arte sacra, suba a calçada inclinada que o levará ao castelo.

SONY DSC

Museu Municipal do Crato

O museu está instalado num antigo palácio setecentista, que só por si merecia a visita – de destacar nesta construção são as pinturas que ornamentam os tectos, a azulejaria monocromática, o altar e o arco que dá nome à rua. Para além do interesse arquitectónico do edifício, o museu apresenta ainda uma exposição permanente que documenta a história da zona, desde a pré-história até sensivelmente ao período barroco, procurando esclarecer as dúvidas que possam assaltar os turistas que visitam o Crato – os vestígios megalíticos, a presença romana ou a construção do Mosteiro de Flor da Rosa são apenas alguns dos assuntos explorados.

Local: Rua do Arco, n.° 3.
Contacto: 245 99 73 00 (Câmara Municipal do Crato).
Horário: das 09.00 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h.
Encerra à segunda.

• O Castelo do Crato, insolitamente caiado de branco, seria outro ponto a recomendar aos visitantes, se não fosse uma tarefa tão difícil – o edifício, que se encontra em ruínas, pertence à Fundação do Castelo do Crato, estando vedado ao público enquanto decorrerem as obras de beneficiação.

• Passando pela Rua da Sobreira, não deixe de entrar na Casa do Forno Comunitário. Trata-se de uma casa de origem medieval, de apenas um piso, com uma grande chaminé e sem janelas. Era nesta casa que se fazia o fumeiro, que reflecte a importância do porco na economia da região.

SONY DSC

Museu Municipal Dr. Santos Rocha

Este museu fica perto do Parque das Abadias e tem múltiplas áreas de exposição, pelo que não será difícil encontrar algo que suscite o seu interesse. Na secção de arte indo-portuguesa, estão expostas algumas peças de mobiliário e outros objectos de inspiração oriental e ocidental. Na colecção africana, dedicada essencialmente a Angola e Moçambique, descobrirá objectos de caça, guerra e decoração e instrumentos musicais e rituais, entre outros. Além destes núcleos, mais invulgares, existem ainda secções de arqueologia, com artefactos encontrados na Figueira da Foz e noutras zonas do país, e de arte sacra – dois temas mais comuns, é verdade, mas não menos interessante.

Local: Rua Calouste Gulbenkian.
Contacto: 233 40 28 40.
Horário: das 09.30 h às 17.15 h. Durante o Inverno, apenas está aberto, ao fim-de-semana, das 14.15 h às 17.15 h. Encerra à segunda e dias 1 de Janeiro, 1 de Maio, 24 de Junho e 25 de Dezembro.

lourinha_museu

Museu da Lourinhã

Aqui encontrará um vasto espólio paleontológico, proveniente, sobretudo, de recolhas nesta região. Poderá observar numerosas peças do esqueleto dos enormes sáurios que, há milhões de anos, por aqui passeavam. Uma das peças mais importantes da exposição e, sem dúvida, a mais conhecida, tanto no país como no estrangeiro, é o famoso “ninho” de ovos de dinossauro. O material exposto é acompanhado por textos e imagens, o que torna a visita extremamente didáctica. Também existe uma pequena exposição de arqueologia (Pré-História) e mineralogia.

Local: Rua João Luís de Moura.
Contacto: 261 41 40 03.
Horário: terça a domingo, das 9.00 h às 12.30 h e das 14.30 h às 18.30 h. Encerra à segunda e feriados.

SONY DSC

Exposição Fotográfica do Vulcão dos Capelinhos

Inicie o regresso à Horta, pela estrada que segue do farol para norte. Vire à direita num cruzamento onde existe um enorme cedro. Pouco depois, encontrará uma casa de dois andares, de traça regional, onde uma grande tabuleta indica a exposição fotográfica. No primeiro andar, poderá ver uma série de fotografias reportando a violenta actividade vulcânica que sacudiu a ilha nos finais dos anos 50. São também lembrados os sobreviventes, que deram origem à primeira grande vaga de emigração para os Estados Unidos.

No piso térreo existe uma loja de artesanato, onde é possível adquirir cestos, bordados, pinturas de seda, gravuras em escamas de peixe e trabalhos em miolo de figueira.

Local: Estrada Regional.
Contacto: 292 94 51 65.
Horário: Inverno – de terça a sexta, das 10.00 h às 12.00 h; sábado e domingo, das 14.00 h às 17.30 h. Verão – de terça a sexta, das 10.00 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h; sábado e domingo, das 14.00 h às 17.30 h. Encerra à segunda e nos dias 1 de Janeiro e 24, 25 e 31 de Dezembro.
Preço: gratuito.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, casa do penedo fafe .