Artigos

Mercadodoslavradores

Em Ponta Delgada (Leste)

Sugerimos que aproveite a frescura da manhã para visitar o mercado municipal, onde poderá comprar mantimentos para eventuais piqueniques, ou mesmo adquirir vários produtos de artesanato local. Considere o Queijo da Ilha (do Pico) ou, se preferir um paladar mais suave, o da Graciosa. O vinho de cheiro (morangueiro) da Caloura é uma referência no panorama vinícola da ilha, pelo menos enquanto não for cumprida a directiva da União Europeia interditando o seu fabrico. Os mais gulosos poderão provar um delicioso Licor de Maracujá, fabricado a partir de frutos cultivados em estufas da região.

ponta_delgada_nacht11

Ponta Delgada

Regresse a Ponta Delgada pela estrada que atravessa Fajã de Cima, passando por várias estufas destinadas ao cultivo do ananás. Este fruto exótico foi introduzido na ilha em meados do século XIX para consumo nas casas mais abastadas. Originário da América do Sul, o ananás adaptou-se bem ao solo vulcânico, procedendo-se ao seu cultivo em estufa desde 1864. Se vir alguém junto a uma das estufas, poderá pedir para visitar. Além do fruto ser muito saboroso, a planta também é bastante bonita.
Se chegar à cidade antes do pôr do Sol, procure o complexo de piscinas de água salgada junto à marina e livre-se do “pó da viagem”. As crianças também dispõem de uma piscina à medida das suas brincadeiras.

jardim-botanico-de-coimbra-2

Jardim Botânico

Subindo um pouco mais, chegará ao Jardim Botânico, passando pelo Aqueduto de São Sebastião, que liga os morros do Mosteiro de Santana e do castelo. Entrando pelo majestoso portão principal – uma verdadeira obra-prima de serralharia -, encontrará a estátua de Brotero, um botânico importante e o principal responsável pela construção do jardim. Este espaço verde tem cerca de 13 hectares de extensão e divide-se, essencialmente, em área ajardinada, mata e estufas. O jardim, muito bem cuidado, oferece aos visitantes zonas de rara beleza, ideais para passeios românticos (e não só), como a Avenida das Tílias ou o Quadrado Central, com um enorme fontanário ao centro. Contudo, os visitantes devem respeitar algumas restrições: não são permitidos jogos com bola, andar de bicicleta ou fazer piqueniques.

• A mata, ou Arboretum, é de acesso restrito ao público e só pode ser visitada mediante autorização especial ou em visitas guiadas para grupos. É aí que se encontra o Bambuzal, um espaço invulgar que envolve a Capela de São Bento.

• Nas estufas, encontrará diversas espécies exóticas e um clima verdadeiramente tropical. Destaca-se uma pequena estufa, onde vivem várias espécies de plantas carnívoras.

Local: Alameda Dr. Júlio Henriques (portão principal).
Contacto: 239 82 28 97.
Horário: Jardim – no Verão, das 09.00 h às 19.30 h; no Inverno, das 09.00 h às 17.30 h.
Estufas – das 09.00 h às 12.30 h e das 14.00 h às 17.30 h.

• Regresse à zona baixa da cidade. Talvez possa aproveitar para dar um passeio pelo excelente Parque da Sereia, que fica junto à Praça da República. A seguir, continue a descer, pela ampla Avenida Sá da Bandeira. Ao lado do edifício da Câmara Municipal, encontrará o Jardim da Manga. É uma construção renascentista e o antigo claustro do Mosteiro de Santa Cruz. Actualmente, é um ponto de encontro dos jovens e, nomeadamente, da população estudantil Coimbra.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .