Artigos

fb_529203_420357538046727_816378634_n

Adega Cooperativa da Covilhã

Saindo do museu, siga as placas que indicam a localização do posto da GNR e, um pouco adiante, encontrará a Adega Cooperativa da Covilhã. No entanto, só são aceites visitas que sejam marcadas com antecedência (veja o Contacto).

• A produção de vinho nesta região data de tempos imemoriais. Já num foral de D. Sancho I, de 1224, se encontra referência à actividade, regulando o valor da portagem de cada carga de vinho trazida para o mercado. Esta adega foi fundada em 1954 e, desde então, os seus vinhos têm sido frequentemente premiados, tanto em Portugal como no estrangeiro. Poderá visitar as instalações da fábrica e a sala-museu, onde se encontram expostos alguns aparelhos outrora utilzados na produção do vinho. E, se quiser adquirir conhecimentos mais profundos sobre os néctares desta região serrana, poderá fazer uma prova, acompanhada de queijo e presunto.

• Na loja, poderá comprar garrafas das diversas marcas de vinho aqui produzidas, a preços que vão de cerca de 1 euro, para um Pedra do Urso, a quase 13 euros, para um Colheita do Sócio Magnum. Também poderá optar por um Terras de Cabral, uma das últimas marcas lançadas por esta adega, em comemoração da descoberta do Brasil.

Local: Quinta das Poldras.
Contacto: 275 33 07 50 (contactar Artur M. Cabrito Diogo, para marcar a visita com alguma antecedência. Em princípio, a visita só será efectuada se houver um mínimo de 6 pessoas interessadas).
Horário: de segunda a sexta, das 09.00 h às 12.30 h e das 14.00 h às 18.00 h. Domingos e feriados, das 10.00 h às 13.00 h e das 15.00 h às 17.00 h.

2  Covilhã

Regresso à Covilhã

Volte agora à estrada que passa pelas Penhas da Saúde, aproveitando, eventualmente, para admirar, uma última vez, alguns recantos deste vale moldado pelas forças naturais ao longo de milhões de anos, e regresse finalmente à cidade da Covilhã.

varanda-dos-carqueijais

Varanda dos Carqueijais

Depois, continuando no mesmo sentido, repare na enorme quantidade de castanheiros e carvalhos que ladeiam a estrada. Se tiver um veículo todo-o-terreno, pense na possibilidade de explorar alguns dos vários caminhos de terra batida que for encontrando. Alguns dão acesso a locais muito bonitos. A Varanda dos Carqueijais surgirá, inesperadamente, numa curva do lado direito da estrada. Trata-se de um miradouro, onde vale a pena parar e apreciar o interessante panorama da encosta da serra e da Covilhã. Aproveite também para se abastecer de água fresca, numa pequena fonte que se encontra nas imediações.

DSC_0294_resize_47

A caminho das Penhas da Saúde

Partindo do princípio de que a prova de vinhos, a ter tido lugar, foi feita com a moderação exigida a quem vai conduzir, saia da Covilhã em direcção a Penhas da Saúde e Torre. À saída da cidade, numa curva ladeada por muros altos, entre por um portão grande de ferro forjado, que surgirá à direita. Encontrará um pequeno parque, que dá acesso ao cemitério. O local é fresco, muito agradável e, sobretudo, tem um óptimo miradouro sobre a cidade. Se não tiver nada contra, também poderá aproveitar para dar uma vista de olhos pelo cemitério, onde há autênticas obras de arte talhadas em granito da região.

real_fabrica_veiga

Museu de Lanifícios

Depois, dirija-se à parte baixa da cidade e, virando à direita, tome a Rua Marquês D’Ávila e Bolama, na direcção da Universidade, onde poderá visitar o Museu de Lanifícios. O antigo edifício da Real Fábrica de Panos, fundada na Covilhã pelo Marquês de Pombal, em 1764, está agora integrado nas instalações da Universidade da Beira Interior. Quando se fizeram as obras de adaptação do enorme edifício, descobriu-se um conjunto de fornalhas e poços cilíndricos utilizados na antiga fábrica e que agora, depois de restaurados, podem ser observados no museu. O acervo deste espaço museológico, muito bem apresentado, está distribuído por oito salas. Aí encontrará explicações detalhadas sobre as diversas fases do processo de fabrico e coloração dos lanifícios.
Local: Rua Marquês D’Ávila e Bolama.
Contacto: 275 31 97 12.
Horário: de terça a domingo, incluindo feriados, das 09.30 h às 12.00 h e das 14.30 h às 18.00 h. Encerra às segundas que não sejam feriado e nos dias 1 de Janeiro, 1 de Maio e 25 de Dezembro.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .