Artigos

Caldas da Rainha 2

Regresso às Caldas da Rainha

Finalmente, regresse às Caldas da Rainha, passando novamente perto de Óbidos. Se tiver ficado com a sensação de que nem tudo ficou bem visto, ainda poderá fazer uma última visita a esta vila; caso contrário, aproveite para voltar ao Parque D. Carlos I, onde poderá terminar o dia, ou para dar um passeio nocturno pelo centro histórico da cidade, já liberto, a essas horas, da azáfama quotidiana.

lisboa_baixa_2110

Lisboa

Continuando pela mesma estrada, chegará, pouco depois, à famosa Praça do Império, onde se encontram vários museus e monumentos interessantes: o Centro Cultural de Belém, o Museu da Marinha, o Planetário, o Museu Nacional de Arqueologia e o Mosteiro dos Jerónimos, bem como, não muito longe, a Torre de Belém e o Padrão dos Descobrimentos. Dada a necessidade de optar, sugerimos aqui a visita ao Museu da Marinha, que possui uma excelente colecção de miniaturas navais de todas as épocas. Aí encontrará também o hidroavião Santa Cruz, utilizado por Sacadura Cabral e Gago Coutinho na primeira travessia aérea do Atlântico Sul.

Local: Praça do Império.
Contacto: 213 62 00 19.
Horário: de 1 de Outubro a 31 de Maio, das 10.00 h às 17.00 h; de 1 de Junho a 30 de Setembro, das 10.00 h às 18.00 h. Encerra à segunda e feriados.

• Depois, seguindo sempre para leste, no passeio fronteiro aos Jerónimos, atravesse o largo e, já na Rua de Belém, não deixe de provar os deliciosos Pastéis de Belém na pastelaria com o mesmo nome. Trata-se de uma receita conventual, secreta, que torna estes pastéis de nata únicos no mundo. Enquanto saboreia os pastéis, polvilhados de açúcar e canela, aproveite para reparar no mobiliário antigo da pastelaria, que foi mantido pelos proprietários.

• A seguir, continuando na Avenida da índia em direcção ao centro de Lisboa, vire à direita em Alcântara, passando por cima do viaduto, e acabe a noite à beira-rio, nas Docas. Aqui, antigos edifícios que funcionavam como armazéns de apoio às docas foram recuperados e transformados em restaurantes, bares e discotecas. Boas esplanadas viradas para o Tejo transformam o local num agradável ponto de lazer da capital, sobretudo nas noites quentes de Verão.

CCVA_final

Centro da Ciência Viva

Fica junto aos Bombeiros Voluntários, num edifício onde, até finais dos anos 30, funcionou a Central Eléctrica de Faro.

• Logo à entrada encontrará uma exposição interactiva, bastante completa, consagrada ao Sol e à luz. Além de um enorme modelo do Sol, onde é possível observar, em corte, toda a sua estrutura interna, também se pode aprender, através de experiências, alguns factos sobre a visão, as cores, e a influência da luz solar sobre o homem e os outros seres vivos.

• Mais adiante, na secção denominada Mundo Azul, existem vários aquários com fauna submarina local, alguns microscópios que lhe permitirão observar o plâncton e um minilaboratório de aquariologia.

• Este museu de conceito moderno inclui também o Experimentarium, onde se pode ter acesso a exposições temporárias diversas, uma Mediateca, devidamente apetrechada com livros, revistas e vídeos, e uma sala com computadores ligados à Internet, que podem ser usados pelos visitantes. No primeiro andar, durante o dia, também poderá observar o Sol com o auxílio de potentes telescópios e, nas noites de Verão, os restantes corpos celestes.

Local: Rua Comandante Francisco Manuel.
Contacto: 289 89 09 20.
Horário: De 16 de Setembro a 30 de Junho – terça a sexta, das 10.00 h às 17.00 h. Sábado, domingo e feriados, das 15.00 h às 19.00 h. Encerra à segunda. De 1 de Julho a 15 de Setembro – terça a domingo e feriados, das 16.00 h às 23.00 h. Encerra à segunda.

DSC_0017

Centro Cinegético da Serra de Silves

Depois de passar o cruzeiro, vire à direita e, se estiver interessado em visitar o Centro Cinegético da Serra de Silves, faça um pequeno desvio de cerca de 8 quilómetros. Trata-se de um pequeno jardim zoológico, onde se podem observar várias espécies da fauna da região, como o javali, o veado, a raposa, a gineta, a perdiz, etc. Também estão expostas algumas espécies exóticas, como o macaco-verde, os pavões, as galinhas-do-mato ou os babuínos. Trata-se de um espaço agradável, onde sabe bem passear um pouco ou descansar à sombra do arvoredo durante as horas de maior calor.

Local: Falacho de Cima, Silves
Horário: das 10.00 h às 17.00 h.
Preço: gratuito.

img_1932

Beja

A maioria dos encantos que a cidade de Beja tem para oferecer encontra-se no seu centro histórico. O ideal é deixar o carro perto de qualquer entrada e percorrer o emaranhado de ruas a pé. Habitada por romanos, bárbaros, mouros, cristãos e judeus, por toda a cidade poderá encontrar marcas da sua presença, sobretudo na zona intramuros – arcos romanos, vestígios românicos, portais góticos, uma ou outra janela manuelina ficaram para testemunhar a passagem da história.

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, parque terra nostra .