Artigos

Alandroal_(Portugal),_pueblo_hermanado_con_Brenes.

Alandroal

Regresse ao local onde deixou o carro e rume em direcção ao Alandroal. No caminho encontrará, a determinada altura, uma pequena placa que indica a existência, à direita, de um Castelinho Endovélico. Nesta região, parece ter existido, na Idade do Bronze, o culto a uma divindade, de nome Endovélico, cujas origens são difíceis de traçar. Sabe-se apenas que este culto se centrava no lugar vizinho de São Miguel da Mota, onde há ainda um santuário, em ruínas. Infelizmente, o trajecto para o Castelinho está muito mal assinalado e a estrada, de terra batida, está em muito mau estado.

Depois de percorrer mais alguns quilómetros, chegará ao Alandroal. O nome da povoação parece advir do facto de aí ter existido uma importante mata de alandros ou aloendros. É uma localidade relativamente pequena, onde sobressai de forma evidente o castelo medieval. Trata-se de uma fortaleza do séc. XIII, mandada construir por um dos mestres da Ordem de Avis. Possui quatro torres, incluindo a de menagem, com mais de 20 metros de altura. Na praça em frente ao castelo, encontra-se também, ao fundo, uma fonte em mármore, de estilo barroco. Possui seis bicas, que têm os seguintes nomes: Feiticeiras, Santo Antônio, São Pedro, São João, Namorados e Reis. No topo da fonte, há dois bustos com inscrições. O da esquerda diz: “Aqui chora Tetis: Para que te lastimas, viandante sitibundo? Ela, que te ama, verte lágrimas para que te rias. Bebe.” E o da direita: “Aqui o Deus que reina sobre as águas abriu as bocas do mar, para que fuja do peito a cruel sede de Tântalo.”

parque aquatico fafe, parque aquatico de fafe, parque aquatico de fafe preços 2013, casa do penedo, burros, parque aquatico fafe preços, praias fluviais algarve, escapadelas baratas, parque aquatico fafe site oficial, casa do penedo fafe .