Sines-CMSines

Percurso em Sines

Começando o percurso em Sines, procuramos dar a conhecer uma região algo industrializada, mas onde também se sente o peso da história. Nos últimos dois milénios, foram vários os povos que por aqui passaram. Os árabes, por exemplo, que aqui permaneceram durante cerca de 500 anos, deixaram uma marca indelével na arquitectura e nos costumes da zona, como poderá constatar. Depois de revelarmos o que Sines tem de melhor para oferecer, seguimos para sul, percorrendo a agradável linha costeira até Porto Covo. As praias tornam-se, então, as estrelas do roteiro. No interior, ficará a conhecer mais alguns locais aprazíveis, como as barragens de Campilhas ou a de Fonte Cerne.

60755715

Barragem de Campilhas

Regresse ao IC4, virando à esquerda em direcção ao Cercal e a Odemira. Logo à entrada do Cercal, do lado esquerdo da estrada, passará por uma loja que vende praticamente tudo o que se produz na região em termos de artesanato: artigos de cortiça, badalos, peles, etc. No centro, existe um jardim simpático, com muita sombra e um pequeno parque infantil, que pode constituir uma boa opção para parar um pouco. Aproveite também para visitar a bonita igreja local.

• Siga a indicação Alvalade e depois Bicos, para a esquerda. Volte novamente à esquerda quando vira indicação Barragem. Depois de passar duas vezes sobre o largo canal de irrigação, chegará à Barragem de Campilhas. Atravesse o paredão e vire logo à esquerda, seguindo sempre junto à água, até encontrar um bom local para parar. Existem espaços para as crianças brincarem em segurança e a sombra agradável dos sobreiros nas margens convida a ficar, mesmo em dias mais quentes.

• Retroceda pelo mesmo caminho, mas vire na primeira à esquerda, depois de atravessar o paredão. O caminho leva à central e, do outro lado do canal de irrigação, existem duas mesas com bancos, sob um bosque cerrado de cedros. O acesso faz-se por uma pequena ponte sobre o canal de irrigação. Embora não seja uma paisagem grandiosa, é um local recolhido, com uma beleza muito própria, ideal para quem aprecie tomar uma refeição ouvindo apenas o chilrear dos pássaros.

Barragem de Fonte Serne

Barragem de Fonte Cerne

Recue até ao cruzamento onde viu a indicação Barragem. Aqui, volte à esquerda e siga em frente, virando de novo à esquerda onde estiver indicado Fonte Gorjo e Chaparral. Depois, volte à direita antes de chegar a Caiada, mesmo em frente ao cruzamento onde se avista a tabuleta de Foros do Chaparral. Mais adiante, logo depois do primeiro casario, siga para uma estrada alcatroada à esquerda e depois sempre em frente, até chegar à Barragem de Fonte Cerne. Aqui, vire à esquerda imediatamente antes do paredão e procure um bom local junto à água para estacionar. As margens da barragem estão muito arborizadas, proporcionando boas sombras e um cenário muito agradável. Se gosta de pescar, tente enganar os enormes achigãs que povoam estas águas. Os caminhos em redor permitem explorar, a pé ou de bicicleta, a paisagem circundante.

220820101809

Porto Covo

Pegue no carro e saia da cidade, seguindo a marginal para sul, em direcção a cercal. Quando avistar as enormes chaminés da central da EDP, que surgem do lado esquerdo da estrada, vá com atenção, já que deverá voltar à direita, quando vir indicado São Torpes. Em breve, encontrará uma boa praia, embora aqui o mar seja um pouco mais agitado do que em Sines.

• Seguindo pela mesma estrada, passará por mais algumas praias, mais pequenas, algumas delas perfeitamente escondidas em apertadas baías, aconchegadas entre falésias altas. Por vezes, é preciso descer por longas escadarias construídas na rocha para ter acesso ao areal.

• Observe, do lado esquerdo da estrada, os restos de um antigo cordão dunar, ostentando uma flora rica, típica destas regiões arenosas. Depois, repare nos vastos campos cerealíferos, que vão surgindo entretanto, onde se avistam frequentemente diversas aves de rapina a caçar, aproveitando o vento para pairar sobre a planície.

• Antes de chegar a Porto Covo, passará por uma zona de grandes dunas, onde existe um óptimo parque de merendas com mesas, bancos e assadores. Todo o recinto está bem sombreado por enormes pinheiros e apresenta um aspecto limpo, podendo constituir uma boa opção para tomar uma refeição ligeira num local agradável.

• Pouco depois, entrará em Porto Covo, uma antiga aldeia piscatória, hoje mais vocacionada para o turismo. Mesmo assim, não deixa de ser uma localidade simpática e apetecível, com o seu casario baixo e uma boa praia, bem abrigada numa enseada.

O porto de abrigo está bem protegido, num canal onde só o mar vindo de oeste provoca alguma ondulação. Observe esta curiosa imagem, composta por pequenos barcos de cores garridas, fundeados no meio do canal apertado e entre falésias altas.

sines

Em Sines

Apesar da proximidade de um complexo industrial, de cheiro desagradável e aspecto estranho, com os seus tubos contorcidos e gigantescos depósitos, a cidade conseguiu preservar um núcleo antigo que vale a pena visitar calmamente, a pé. Poderá começar por tomar um café no Largo do Castelo, na esplanada da tradicional Pastelaria Vela de Ouro, um estabelecimento com mais de 30 anos de actividade. Não se esqueça de visitar o interior e apreciar a decoração.