Sabugal

Continuando em direcção a leste, detenha-se no Sabugal, uma simpática raiana.

• Logo à entrada, a seguir a uma ponte, encontrará, do lado direito, a indicação Praia Fluvial da Devesa. Trata-se de um recanto bastante agradável do Rio Côa, junto a um açude, onde as margens foram delimitadas por muros de pedra sobreposta. Graças às árvores que se encontram nas margens, muito perto da água, poderá desfrutar, mesmo no pico do Verão, de sombras muito aprazíveis. Mas também no Inverno, nos dias de sol, poderá passar aqui bons momentos. A profundidade do rio aumenta com a aproximação do açude, proporcionando bons locais para nadar, tanto para as crianças como para os adultos. Existem, inclusivamente, escadas de ferro para facilitar o acesso à água. Mas, cuidado: não descure, em momento algum, a sua vigilância!

• Na vila, faça uma visita ao castelo e, se puder, suba à torre de menagem, de onde poderá apreciar os arredores. Dos muros que, antigamente, cercavam a vila, já pouco resta, pois os materiais que os compunham foram sendo aproveitados para diversas construções públicas e particulares. Junto ao castelo, não se esqueça de reparar no cruzeiro, nem na bonita casa, toda de xisto, que aí se encontra. Também vale a pena prestar alguma atenção à Torre do Relógio, que fica junto à porta que, antigamente, dava acesso à zona habitacional protegida pelos muros.

Comentários

Comentários