00769d20-72f9-4fcf-b081-9e627cf22203

Pego das Pias

Do jardim, é fácil voltar à zona ribeirinha onde terá deixado o automóvel. Quando achar que chegou a altura, volte à rotunda e, desta vez, siga a direcção Cercal e São Luís. Passados cerca de 5 quilómetros, imediatamente a seguir a uma ponte sobre uma ribeira (a Ribeira de Torgal), existe, à direita, um caminho de terra que acompanha o curso de água. O trilho vai dar, 2 quilómetros depois, a uma clareira, onde nos espera um espectáculo quase paradisíaco: escondidas pela vegetação e pelas elevações do terreno, numa paisagem simultaneamente agreste e convidativa, encontram-se pequenas lagoas de água límpida, no meio de alguns rochedos! E, para ajudar a compor o quadro, na altura em que o visitámos o local estava exemplarmente limpo. Não prometemos que o encontre no mesmo estado, mas garantimos que vale a pena tentar. Infelizmente, o caminho de acesso é um pouco irregular, pelo que, se não possui um veículo todo-o-terreno, aconselhamo-lo a pensar duas vezes, antes de se fazer à estrada. Junto à ponte, do lado direito, existe espaço suficiente para estacionar, pelo que poderá fazer o percurso a pé (4 quilómetros, ida e volta). Como referimos, o caminho segue a ribeira, pelo que dificilmente se poderá enganar, e tem quase sempre sombra. Quando chegar ao pego, preste atenção às pedras das lagoas, pois são muito escorregadias, e tenha cuidado com os insectos (sobretudo com as vespas e mosquitos!).

Comentários

Comentários