Parque Aquilino Ribeiro

Se lhe apetecer fazer uma pequena pausa, aconselhamos uma visita a este belo jardim, que fica numa zona central da cidade. A vegetação é luxuriante. Repare, por exemplo, nas árvores, muito altas, que fazem com que alguns recantos do parque pareçam verdadeiras florestas. Enormes carvalhos estendem as suas volumosas copas, sem receio de serem “devorados” pelo próximo fogo florestal. Próximo de um lago, existem outros carvalhos, certamente seculares, cujo tronco deve ter mais de metro e meio de diâmetro. Por todo o recinto estão espalhados bancos, onde poderá sentar-se para apreciar devidamente tudo o que descrevemos.

• Para os que gostam de patinagem, é bom saber que, neste parque, existe um óptimo ringue para a prática desta modalidade. E, se puder, também é boa ideia levar as bicicletas das crianças, pois há diversos arruamentos de bom piso. Dispõe igualmente de um bom parque infantil, com vários equipamentos e instalações sanitárias. Os mais novos também podem utilizar a Biblioteca Infantil Aquilino Ribeiro, que funciona de segunda a sexta-feira, das 09.30 h às 12.30 h e das 15.00 h às 18.00 h.

• Saindo do parque, e depois de passar junto ao Largo da Feira de São Mateus, visite a Cava de Viriato que, além da conhecida estátua, também acolhe uma estação arqueológica. Aqui foi descoberto um antigo acampamento militar, construído pelos romanos aquando da sua presença na península. A partir do séc. XVI, esta construção foi erroneamente associada a Viriato e, mais tarde, a confusão acabou por ser reforçada pela colocação do monumento em sua honra.

Comentários

Comentários