DSC_5546

Museu da Cortiça

O Museu da Cortiça de Silves está integrado num empreendimento turístico-cultural chamado Fábrica do Inglês. Dispõe de parque infantil, restaurantes, esplanadas, minicomboio, fontes com repuxos ornamentais e um parque de estacionamento próprio.

• A fábrica foi inaugurada em 1894 e gerida pela firma Avern, Sons & Barris, que depois se associou, em 1938, à firma londrina Henry Bucknall & Sons, explorando ali a indústria corticeira até meados do século XX. Depois de ter sido adquirida por portugueses, ainda laborou até meados dos anos 90. Em 1997, o complexo foi comprado pela sociedade Fábrica do Inglês, SA, que levou a cabo, com sucesso, a reabilitação do espaço.

• No museu poderá ver todos os aspectos da antiga indústria da cortiça, desde a recolha até à sua completa transformação. Encontram-se expostos diversos tipos de maquinaria utilizada nesse trabalho. Existe também uma sala de audiovisuais, com cerca de 55 lugares sentados, onde são projectados filmes e diapositivos sobre o tema da cortiça, bem como um Centro de Documentação bastante completo. Destine pelo menos uma hora à visita de todo o recinto…

Local: Rua Gregório Mascarenhas.
Contacto: 282 44 04 80.
Horário: Inverno, das 09.30 h às 13.00 h e das 15.00 h às 19.15 h.; Verão, das 09.30 h às 12.45 h e das 14.00 h às 16.15 h.

• Ainda em Silves, também poderá embarcar num romântico passeio fluvial pelo rio Arade, com ida e volta, até Portimão. Por outro lado, se quiser, pode fazer um desvio de cerca de 12 quilómetros ao nosso percurso, para visitar as barragens do Arade e do Funcho, onde encontrará paisagens tranquilas e águas de temperatura amena. Também existem alguns trilhos na margem das barragens, por onde se podem fazer boas caminhadas exploratórias. O carro vai até muito perto da água.

Comentários

Comentários