IMGP4901

Morenos

Vire para oeste e, passando pelo Cabeço das Flores, siga em direcção à Ponta da Canaveira e Morenos. Existem aqui vários retiros, com chapéus de sol feitos de colmo, mesas e bancos, água corrente e um local para aquecer a comida. Um funcionário fornece lenha para o grelhador, trata do jardim e mantém o local limpo. Poderá assim tomar uma refeição ligeira e, ao mesmo tempo, apreciar a paisagem.

• A partir daqui pode fazer um passeio a pé até à Ponta da Canaveira, a cerca de um quilómetro de distância. Foi recentemente plantado na encosta ocidental um pinhal que cresce com dificuldade no chão seco, sempre fustigado pela nortada e pela maresia. Do lado direito do caminho, poderá observar uma encosta repleta de cactos (piteiras) de bom porte, que faz lembrar alguns locais do deserto mexicano. Se tiverem frutos, não deixe de provar os deliciosos figos-de-piteira. Com cuidado, por causa dos tufos de picos finos como cabelos, apalpe-os ao de leve, para escolher os mais moles e maduros. Depois arranque-os, protegendo a mão, por exemplo, com um papel e, agarrando-os cuidadosamente pelo pé curto, descasque-os completamente. Coma com moderação, porque, em excesso, estes frutos podem provocar distúrbios intestinais, como acontece frequentemente com outro tipo de fruta.

• No miradouro da Ponta da Canaveira poderá apreciar a paisagem típica da costa norte, de falésias altas, rochas escuras e mar forte. Em frente, fica o Ilhéu do Ferro com o seu farol de funcionamento automático.

Comentários

Comentários