Aveiro-the-place-to-go-3-1024x614

Em Aveiro

Sugerimos que inicie o passeio fazendo uma visita, logo pela manhã, ao Mercado do Peixe, onde poderá observar a grande diversidade de espécies que se pescam nesta costa. Há-de reparar que uma das portas laterais do edifício dá acesso a uma pequena praça, onde se encontra um bonito fontanário. Nas noites de fim-de-semana, este espaço transforma-se, enchendo-se de jovens em busca de animação, em grande parte devido aos vários bares que o circundam.

• Depois, siga a pé na direcção do Canal de São Roque e, algumas ruas acima, faça uma visita à Capela de São Gonçalinho, que possui uma elegante cúpula forrada a azulejos, ao gosto árabe. Depois, vá até ao centro e aproveite para tomar um café numa das esplanadas da Praça Dr. Joaquim de Melo Freitas, em plena zona histórica de cidade e com vista para o Canal Central.

• Antes de prosseguir o seu passeio por Aveiro, fique a saber que aquelas bicicletas que se vêem por todo o lado, chamadas bugas, não são objecto de um aluguer dispendioso, como provavelmente já lhe terá ocorrido. Na verdade, trata-se de uma louvável iniciativa da Câmara Municipal de Aveiro, que coloca bicicletas de uso gratuito à disposição dos adeptos deste meio de transporte. Existem vários parques de estacionamento de bugas espalhados pela cidade (por exemplo, junto à estação da CP, ao Fórum, ao Hotel Imperial, etc), onde podem ser deixadas quando já não necessárias. Para “incentivar” os utilizadores a reporem as bugas nos respectivos parques, estas estão equipadas com um dispositivo, semelhante ao que se encontra nos carrinhos de supermercado, no qual se introduz uma moeda que é devolvida no final do passeio, nos parques respectivos.
Posto isto, sugerimos que pegue numa buga e vá pedalando junto ao Canal Central, passando depois pelo Canal das Pirâmides. Não deixe de apreciar os tradicionais moliceiros (veja também a caixa O barco moliceiro). Repare, em especial, nas pinturas naíf que ornamentam a proa e a ré destas embarcações.

• Aí perto, irá passar junto ao Jardim do Rossio, um espaço verde com um bom relvado e bastante sombra, muito perto dos canais Central e das Pirâmides. Aí, as crianças encontrarão um espaço amplo para brincar e um bom parque infantil. Se gosta de Arte Nova, não deixe de prestar atenção às fachadas dos vários edifícios, que exibem belas sacadas em ferro forjado e azulejos pintados com motivos florais, tão habituais naquele estilo arquitectónico.

• Siga depois pela rua que acompanha o Canal de São Roque e aprecie a bonita Ponte de Carcavelos, que é, segundo parece, a mais antiga da cidade. Repare também nos barcos ancorados ao longo do canal, junto aomuro da margem, que fazem lembrar, ainda que vagamente, os canais de Veneza.

Comentários

Comentários