castelo-de-sesimbra

Castelo de Sesimbra

Regressando ao tal cruzamento, siga novamente para Sesimbra. Pouco depois, passará por Santana, onde iniciará a descida para aquela conhecida vila piscatória. No início da descida, volte à direita onde vir a indicação Castelo.

• Situado num morro sobranceiro à vila, o Castelo de Sesimbra proporciona uma excelente panorâmica da baía e arredores. Após ter sido tomado aos mouros, o castelo passou por diversas fases, até que o terramoto de 1755 o danificou seriamente, acabando por ser restaurado nos anos 30 e 40. Antigamente, a entrada no castelo fazia-se pela Porta do Sol, virada a nascente; hoje, uma fenda aberta numa das muralhas serve esse propósito.

• Depois de visitar a Igreja de Santa Maria do Castelo e a torre de menagem, com a sua cisterna, suba ao caminho de ronda e contemple a magnífica paisagem. Junto à igreja, repare na urna de pedra, perto de uma escada. O interior do castelo está bem arborizado e dispõe de vários arruamentos. Também há bancos de madeira, onde sabe bem descansar à sombra. No local encontra-se ainda um bar com uma agradável esplanada, onde é possível tomar refeições ligeiras enquanto aprecia a paisagem.
Horário: domingo a quinta, das 07.00 h às 19.00 h; sexta e sábado, das 07.00 h às 20.00 h.
Preço: gratuito.

• Saindo do castelo, desça à vila, deixando o carro num dos parques a seguir ao campo de futebol. Vale a pena dar um passeio mais demorado, a pé, pelas ruelas da parte antiga de Sesimbra. Depois, considere a possibilidade de fazer uma visita aos museus municipais, no Largo Luís de Camões.

Comentários

Comentários