SONY DSC

Carapacho

Terá de sair da cratera pela estrada por onde veio. Depois de passar o túnel, vire à esquerda no primeiro cruzamento. Se estiver em boa forma física, poderá encetar aqui um longo percurso pedestre, bem assinalado, com cerca de 8 quilómetros, que o levará desde a Caldeira até ao Carapacho. Terá de contar, obviamente, com outro tanto para o regresso. Se as caminhadas não forem o seu forte, poderá seguir de carro por uma estradinha em estado razoável, que contorna o bordo da cratera. Pare quando quiser para apreciar as diferentes panorâmicas da ilha. Em dias sem neblina, conseguirá avistar São Jorge, o Faial, o Pico e a Terceira. Terá de sair pelo mesmo cruzamento onde iniciou o percurso. De regresso à estrada que vem do túnel, continue a descer até chegar ao cruzamento. Aí, volte à esquerda, atravessando depois Luz em direcção ao Carapacho.

• Junto às Termas do Carapacho, encontram-se duas piscinas naturais de água salgada. A das crianças é pouco profunda e tem o leito coberto de areia. A outra, mais profunda, está directamente ligada ao mar por um canal abrigado pelas rochas. A água é perfeitamente cristalina e tem uma temperatura à prova dos mais friorentos. Poderá estender a toalha numa zona cimentada anexa. Ambas as piscinas têm acesso por escadas de betão e são vigiadas por um nadador-salvador. Ali próximo, existem balneários onde poderá mudar de roupa e tomar um duche de água doce.

• Mais acima, existe um restaurante modesto, mas com uma boa esplanada, de onde se avista a costa – um óptimo cenário para apreciar um bife de novilho açoriano, criado pelos métodos tradicionais.

Comentários

Comentários