74577254

Aljustrel

Regresse à EN 18, seguindo sempre no sentido de Aljustrel. Pelo caminho, à entrada de Santa Vitória, encontrará a indicação Mina da Juliana, à esquerda. Trata-se de uma pequena povoarão, que serviu de residência aos trabalhadores das minas de cobre e ouro, encerradas em 1910. Quando a Barragem do Roxo foi construída, as casas escaparam, por pouco, à submersão. Se aprecia a arquitectura tradicional do Alentejo, não deixe de passar por esta pequena aldeia, mesmo junto às águas do Roxo, e de percorrer as suas ruelas, por entre o casario imaculadamente branco.

• Antes de chegar a Aljustrel, já na EN 2, poderá, eventualmente, parar na Barragem do Roxo. Para tal, basta voltar à esquerda quando vir a placa indicativa. Embora a albufeira não convide propriamente a um mergulho, poderá, apesar disso, praticar alguns desportos náuticos não motorizados (vela, remo, etc), pescar ou simplesmente atravessar o paredão da barragem para observar a paisagem. No local, existe ainda uma zona de caça associativa, um parque de merendas razoável sob o arvoredo, e um restaurante.

• Regresse à estrada principal e vire à esquerda, no sentido de Aljustrel. Chegado à vila, siga primeiro a indicação Centro, depois Serviços Públicos e estacione. Aí perto, ao lado do parque desportivo, encontrará o Parque 25 de Abril, uma zona ajardinada, com muita sombra, onde poderá fazer uma pequena pausa durante as horas mais quentes do dia. No mesmo local, existe também um parque infantil razoável.

Comentários

Comentários